Informação e conhecimento, tudo ao seu alcance!

Aposta esportiva online: é possível se tornar um vício?

Aposta esportiva online: é possível se tornar um vício?

O fácil acesso exige medidas de segurança.

Historicamente, os jogos possuem influências incontestáveis nas relações humanas. Não há sequer uma data precisa que registre o início exato dessas tendências competitivas.

Entretanto, o que para muitos era apenas diversão ou simples brincadeira, para outros era a ferramenta com a qual se decidiam várias questões, que abrangiam desde coisas mais simples, como a posse de objetos, como ferramentas, por exemplo, até mesmo a disputa por territórios e bens.

Então, o que diferencia as pessoas de antigamente (que utilizavam apostas para definir quase tudo) dos apostadores de hoje?

 

Internet: um fácil acesso aos jogos

Há quem diga que é apenas o formato das apostas que mudou. Com o advento da internet, o fato é que tudo ficou infinitamente mais acessível e, por consequência, popularizado.

Assim, atualmente, é muito fácil encontrar casas de apostas online, como uma modalidade esportiva disponível 24 horas por dia, ao alcance de um clique.

 

Aposta esportiva online e o cuidado em relação ao vício

Contudo, com esse acesso totalmente facilitado, se haveria de pensar também em algumas medidas de segurança, e não só para apoiar as casas de jogos, mas também para que o jogo online continue sendo um esporte saudável e divertido.

O primeiro cuidado é com relação ao vício. Um jogador compulsivo sempre causa prejuízo a alguém, a começar por si mesmo. Tanto é que as casas de apostas de hoje em dia já possuem medidas antivício, com a finalidade de que os inscritos não acumulem uma série de perdas sucessivas.

Dessa forma, mesmo online, ao perceber uma tendência de compulsão, a própria casa de apostas bloqueia o usuário temporariamente, impossibilitando-o de apostar. Após esse tempo, o usuário é novamente desbloqueado e pode voltar a gerenciar de forma mais eficaz as próprias apostas esportivas.

 

Artigos Relacionados

 

Aposta esportiva online e saúde mental

Assim como qualquer outra dependência, o vício em jogo se caracteriza quando uma pessoa se torna incapaz de controlar os próprios impulsos, e passa a precisar de uma quantidade cada vez maior de estímulos (no caso, os jogos) para se sentir bem.

Portanto, antes mesmo de pensar em iniciar um jogo ou aposta esportiva online, é imprescindível estar com a saúde mental em dia, para não correr o risco de transformar uma diversão em um pesadelo do qual será complicadíssimo acordar.

E é por saberem que a grande guia dos jogadores é a emoção, e não a razão, que as plataformas tomam medidas e não permitem mais certos comportamentos, monitorando de perto seus usuários inscritos.

 

Como não viciar em aposta esportiva online 

Embora não exista uma receita milagrosa, tampouco uma fórmula mágica, sempre há maneiras de colocar limites quando se percebe que algo tem um potencial de causar prejuízos. E isso não se aplica apenas às apostas online, mas a tudo na vida. 

O limite entre a diversão e o vício está na resposta a duas questões básicas:

1. “Qual é meu real nível de necessidade de jogar?”

2. “O quanto isso atrapalha meu dia a dia e minhas tarefas pessoais, acadêmicas e profissionais?”

Sempre que houver a chance de que algo de que você gosta se transformar em algo que você não consegue mais viver sem, acenda o sinal de alerta!

 

Respeitar limites é a chave para uma diversão saudável

Desde que devidamente identificados os gatilhos que levam a um vício, se torna muito mais fácil e saudável conviver com as próprias escolhas. Realizar uma aposta esportiva online pode tranquilamente ser um hábito saudável, desde que respeite o padrão de entretenimento e os limites pessoais (e financeiros) de cada um.

Limitar os valores depositados, apostar somente em algum dia pré-definido ou apenas quando receber um extra. Não importa a estratégia, o que importa de verdade é jamais colocar todos os seus ganhos em apostas. Afinal, a regra geral é “nunca aposte um dinheiro que você não poderia perder”.

Para que suas apostas continuem sendo apenas uma diversão saudável, defina um limite máximo de valor para as apostas, e respeite-o como uma lei. E esse respeito inclui a regra de não cair na tentação de apostar mais alto “para tentar recuperar o que perdeu” pois, em qualquer jogo, se perde ou ganha, e não necessariamente nessa ordem.

Porém, se você tiver tendências a impulsividades e compulsões, a recomendação é a de que essa modalidade de diversão definitivamente não é pra você, pois sua possibilidade de dependência é altíssima.

 

Autocontrole

Outro detalhe importantíssimo é relacionado ao autocontrole. Quando estiver triste, cansado ou com qualquer tipo de desequilíbrio emocional, fique longe dos jogos.

 Nessas circunstâncias, perdemos a capacidade de fazer bons julgamentos e tomar boas decisões, uma fragilidade que faz com que estejamos mais suscetíveis a compulsões, que podem acarretar danos irreparáveis.

Resumindo: para não se arrepender, só faça apostas online se a sua mente, as suas emoções – e principalmente o seu bolso – estiverem em dia!

 

Quer conversar sobre o assunto? Agende uma consulta!

 

Clínica Marcelo Parazzi

Se você ou algum familiar tem sofrido com vício em games, nossa clínica pode ajudar.

Além de se fundamentar na Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) e oferecer todo o tratamento tradicional por meio de psiquiatras, psicólogos e psicanalistas para tratar compulsão por jogos, ansiedade, depressão e outros transtornos, a Clínica Marcelo Parazzi também dispõe de Terapia Holística, que desenvolve estratégias terapêuticas como Reiki, Yoga, Meditação, Constelação Familiar e Mindfulness (Consciência plena), para auxiliar no alcance de melhores resultados nos tratamentos dos pacientes, que são, comprovadamente, grandes aliados na recuperação desses indivíduos.

Estamos à disposição para auxiliar com a Terapia à Distância, realizando atendimento via Skype, inclusive para pessoas que residem fora do país.

Agende sua primeira consulta. Ela é gratuita!