A escolha certa para um novo começo. Estrutura e dedicação profissional.

tratamento sem internação

Ao contrário do que se pensa, sobretudo, na dependência química, é prioritário que os clientes que procuram serviços de psicologia e psiquiatria sejam avaliados para serem tratados ambulatorialmente (sem que sejam internados).

Os programas ambulatoriais são dedicados às pessoas que buscam por melhora, mas que não necessitam deixar a sociedade para alcançá-la. Além de contar com planos de multidisciplinaridade, que integram tratamento psicológico, avaliação psiquiátrica e acompanhamento nutricional, uma de suas vantagens é que, caso haja necessidade, o paciente pode contar com várias sessões na mesma semana, sem que isso altere o valor de seu plano.

A indicação para o tratamento de dependência química sem internação

A internação para dependentes químicos é basicamente o último recurso em caso de gravidade da enfermidade apresentada pelo indivíduo. A centro de reabilitação humana marcelo parazzi, trabalha há anos nesta linha e busca diferenciar entre as demandas daqueles que nos procuram e suas reais necessidades.

Vários fatores serão levados em consideração na entrevista clínica, a fim de determinar os caminhos para iniciar o tratamento do cliente e das orientações aos familiares.

Quando chegarmos à conclusão que a internação será o recurso necessário a determinado indivíduo em estágio grave, será a partir daí, que os encaminhamentos para tal procedimento inicializados.

Acompanhamento ambulatorial

É importante destacar que oferecemos internações apenas para as dependências químicas de substâncias psicoativas (drogas, incluindo medicamentos e álcool). Para todas as outras questões que tratamos realizamos o acompanhamento ambulatorial.

Popularmente e até mesmo por responsabilidade de muitos que trabalham com dependência química, é comum associar e entender a internação como sinônimo de tratamento para a dependência química. Na Centro de Reabilitação Humana Marcelo Parazzi, desconstruímos este engano entendendo que há pessoas que usam substâncias, que eventualmente abusam do mesmo e ainda aquelas que desenvolveram a dependência química de substâncias. Neste último caso há ainda a variação de estágios como dependência leve, moderada e grave.

Sendo assim, cada um desses estilos de uso e ou estágios da síndrome de dependência química, requer uma abordagem específica. Entendemos que muitas vezes até a dependência química moderada, os pacientes necessitarão de tratamentos sem internação. Já ocorreu em inúmeros momentos, ser possível tratar o dependente químico grave em ambulatório sem que ele necessite ser internado.

Só o profissional experiente, com graduação superior em saúde e especialista no assunto conseguirá entender bem o grau e o tratamento adequado para cada necessidade.

Terapia Cognitivo-Comportamental

Vale destacar que a clínica de reabilitação Marcelo Parazzi possui uma linha específica de tratamento que é a Terapia Cognitivo-Comportamental e conta com projeto terapêutico para cada uma das necessidades atendidas. As sessões são estruturadas e já nas avaliações o cliente entenderá para onde caminharemos juntos em sua melhora.

Tal projeto terapêutico foi desenvolvido por equipe multidisciplinar (profissionais da saúde especialistas) a partir da abordagem psicológica acima citada.

Agende uma entrevista com um de nossos profissionais e comprove!