Informação e conhecimento, tudo ao seu alcance!

O que é ansiedade?

O que é ansiedade?

Ainda que o transtorno seja incapacitante, ele tem tratamento.

A ansiedade pode se tornar um transtorno cognitivo, emocional e comportamental, além de ser muito comum, ela tende a se desenvolver cedo na vida, por isso é importante estar atento aos indícios que podem ajudar a detectá-lo o quanto antes.

 

O que é ansiedade?

 

A ansiedade nada mais é que uma reação normal a diversas situações que envolvem o estresse diário, tais como: problemas financeiros, mudanças de emprego, questões familiares, dentre outros. 

 Trata-se de uma resposta natural do organismo que tem como intuito proteger e antecipar os possíveis perigos.

 

Sintomas comuns do transtorno de ansiedade

 

Quando esses sintomas resultam em efeitos mais nocivos do que as situações que os desencadeiam, podem indicar um sinal de transtorno de ansiedade. Um dos sintomas comumente associados a esse transtorno é a preocupação em excesso.

 Quem sofre desse problema possui uma ansiedade desproporcional em resposta a preocupações com situações normais do cotidiano. Mas, ainda que o transtorno da ansiedade generalizada seja incapacitante, ele tem tratamento.

 

Ansiedade generalizada

 

É considerado transtorno de ansiedade generalizada quando a preocupação ocorre na maioria dos dias por no mínimo seis meses, sendo esta severa e difícil de ser controlada.

 Outro sinal é a severidade desse sintoma, que pode chegar a afetar a concentração e até mesmo a realização das atividades de rotina.

 

Artigos Relacionados

 

Pessoas com maior risco 

Estudos indicam que algumas pessoas possuem mais risco de desenvolver o transtorno de ansiedade generalizada, principalmente indivíduos na faixa etária abaixo dos 65 anos, sobretudo, solteiros e aqueles que possuem status socioeconômico baixo.

 

Efeitos da ansiedade no organismo

O sistema simpático corresponde ao sistema de alerta e de maior gasto de energia. Quando sobrecarregado pela ansiedade, gera uma onda de efeitos pelo organismo, como por exemplo: pulsação acelerada, boca seca, taquicardia, suor nas palmas das mãos e mãos trêmulas.

Esses sintomas acontecem porque o cérebro acredita haver algum perigo e prepara o corpo para reagir à ameaça. Assim, intensifica os sentidos, aumenta a frequência cardíaca e o sangue que circula no organismo é direcionado aos músculos, caso a pessoa necessite lutar ou correr.

Apesar desses efeitos serem de grande utilidade em caso de uma ameaça real, eles podem ser incapacitantes quando o medo é desproporcional ao perigo.

De acordo com estudos, pessoas que possuem transtorno de ansiedade não conseguem reduzir a agitação com tanta rapidez e, como resultado, podem sentir os efeitos do problema por um período maior de tempo.

 

Sinais de transtorno de ansiedade

Existem outros sinais de transtorno de ansiedade. São sintomas como:

  • inquietação

  • dificuldade de concentração

  • tensão muscular

  • distúrbios do sono

  • fadiga

  • problemas de memória de curto prazo

  • irritabilidade excessiva

Embora a inquietação não ocorra em todas as pessoas com ansiedade, é um dos sinais de alerta que os médicos frequentemente procuram ao fazer um diagnóstico. Ela acomete principalmente crianças e adolescentes.

Receba noticias em seu email todo mês

 

Ataques de pânico

Frequentes ataques de pânico também estão associados a um tipo de transtorno de ansiedade, conhecido como transtorno do pânico.

Essas crises promovem uma intensa sensação de medo, que pode ser debilitante. Geralmente é um extremo medo acompanhado por tremores, suor, aperto no peito, náuseas, taquicardia, falta de ar, medo de perder o controle ou de morrer.

Alguns outros sintomas também podem ser descritos, como:

  • Preocupação com o julgamento alheio

  • Vergonha ou medo de ser humilhado em público

  • Ficar ansioso ou com medo de futuras situações sociais

 

Fobia

O transtorno de ansiedade generalizada também pode levar ao desenvolvimento de fobias específicas e sociais.

Uma fobia pode ser definida como ansiedade ao extremo ou medo de um determinado objeto ou situação peculiar. Essa sensação é tão forte que interfere na capacidade do seu funcionamento comum.

Veja alguns tipos de fobias:

  • Fobia de animais - medo de insetos ou outros animais

  • Fobias de ambiente natural – medo de eventos da natureza

  • Fobia de lesão por injeção – medo de sangue, agulhas, injeções e ferimentos

  • Fobias situacionais – medo de situações como andar de elevador ou viajar de avião

Há também um outro tipo de fobia, conhecido como agorafobia, que envolve medo de:

  • Estar em espaços abertos ou fechados

  • Usar transporte público

  • Estar fora de casa sozinho

  • Ficar no meio da multidão ou em filas

Em conformidade com o Ministério da Saúde, medicamentos receitados por um profissional especializado, assim como a psicoterapia ou associação de ambos os tratamentos podem oferecer uma melhora desses sintomas.

 

A Clínica Marcelo Parazzi

Além de se fundamentar na Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) e oferecer todo o tratamento tradicional por meio de psiquiatras, psicólogos e psicanalistas para tratar a ansiedade e outros transtornos, a Clínica Marcelo Parazzi também dispõe de Terapia Holística, que desenvolve estratégias terapêuticas como Reiki, Yoga, Meditação, Constelação Familiar e Mindfulness (Consciência plena), para auxiliar no alcance de melhores resultados nos tratamentos dos pacientes, que são, comprovadamente, grandes aliados na recuperação desses indivíduos.

 

Agende sua primeira consulta. Ela é gratuita e pode ser realizada via skype.

 

Quer saber mais sobre ansiedade, ou ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato conosco. Será um prazer ajudar!